Arquivo | Revistas RSS feed for this section

Consumo de luxo na revista Conexão Net

16 nov

Era pra eu ter postado antes. Leseira minha. Mas enfim… na revista Conexão Net do mês de novembro tem uma matéria sobre consumo de luxo, em que eu falo sobre as mudanças desse conceito no decorrer da história. Obrigada às jornalistas Grazielle e Samaísa pelo contato.

A Conexão Net é entregue aos assinantes da Net em Fortaleza. Se não for o seu caso, dá para ler online. É só clicar na figura para ser encaminhado ao site.

Anúncios

Vogue Paris: 90 anos em 50 capas

2 out

A Vogue Paris está completando 90 anos. Para mim, 90 anos super bem vividos, já que é a minha Vogue favorita. Enfim, como parte das comemorações, a publicação fez uma galeria com suas 50 capas mais importantes. Acho que todas as modelos, atrizes e cantoras que importam já bateram ponto lá, de Audrey Hepburn a Lara Stone. As francesas então, nem se fala, Catherine Deneuve, Brigitte Bardot, Jane Birkin…

Todas registradas pelo crème de la crème da fotografia de moda: Helmut Newton, William Klein (um dos meus favoritos TOUJOURS), Bert Stern (aquele que fez as últimas fotos da Marilyn), Mario Testino, Patrick Demarchelier…

Enquanto conferia as fotos, foi inevitável pensar nas diferenças da Vogue Paris e suas primas americana e brasileira. Parece que o perfil da publicação, hoje sob o comando de Carine Roitfeld (SUA LINDA!), sempre foi mais avant-garde. São as mesmas celebridades na capa, mas o foco é completamente diferente: mais ousado tanto nos “temas” quanto no tratamento estético.

Adoro a Vogue Paris e separei as capas mais queridas:

Audrey Hepburn, de Givenchy, por Bert Stern (Maio/1963)

Twiggy entre borboletas, por Henry Clarke (Maio/1967)

Hors-concours: Intervenção de Salvador Dali em foto de Marilyn Monroe, por Philippe Halsman (Dezembro/1971-Janeiro/1972)

Outra fantástica: Caroline de Mônaco, por Andy Warhol (Dezembro/1983-Janeiro/1984)

Karen Mulder, em edição especial ao cinema, por Michael Thompson (Dezembro/1994-Janeiro/1995)

Madonna, fotografada por Steven Klein, seu favorito (Agosto/2004)

Sofia Coppola por Mario Testino (Dezembro 2004 - Janeiro 2005)

Essa é outra capa master: Drew Barrymore, por Nick Knight (Dezembro 2006-Janeiro 2007)

A edição comemorativa dos “90 anos de excessos” também merece um espaço nessa galeria.

Lara Stone, atual número 1, por Mert & Marcus (Outubro/2010)

Vestir mestiço brasileiro na IARA

5 set

Este artigo propõe uma reflexão teórica sobre a moda de rua brasileira e sua representação na mídia especializada na primeira década do século XXI. Nosso foco se detém sobre o hibridismo ou mestiçagem que constitui a formação cultural da América Latina e caracteriza o vestir em nosso país, mas que é quase sempre ignorado pelos meios de comunicação. A partir de um recorte sobre alguns dos principais sites de moda do Brasil no decorrer de seis meses, investigamos, à luz dos conceitos de cultura de autores como Bhabha, Canclíni e Martín-Barbero, aspectos simbólicos e ideológicos dessa invisibilidade midiática.

Esse é o resumo do artigo acadêmico que escrevi para a IARA, Revista de Moda, Cultura e Arte editada pelo Senac. Interessou? Se chama “Que rua é essa? Um passeio (não registrado) pelo vestir mestiço brasileiro” e pode ser lido na íntegra no site da IARA.

Brigitte Bardot vem aí

13 jul

400

E Deus criou Brigitte Bardot em 1934. Roger Vadim a catapultou para o mundo 22 anos depois. Foi uma sensação, um escândalo, todos sabemos. Até que um dia ela saiu de cena e passou a se dedicar aos direitos dos animais. Agora, prestes a completar, em setembro, 75 anos — 35 deles reclusa, a fenomenal BB volta involutariamente aos holofotes.

Cartaz da exposição na França

Cartaz da exposição na França

A partir de 29 de setembro, o Museu dos Anos 30, na França, apresentará uma grande exposição em homenagem à musa. Anunciada como “uma viagem na carreira da atriz”, a mostra terá retratos feitos por Andy Warhol, Richard Avedon, Sam Levin e Pierre Boulat, além de correspondências enviadas por Alain Delon e Jean-Paul Belmondo.

O diretor da exposição, Henry-Jean Servat, explica que  “esta manifestação vai contar sobre a vida de BB, mas também a nossa (dos franceses). Brigitte Bardot escreveu uma  página da história da França e provocou mudanças  na sociedade da época”.

O quadrinista Joann Sfar está se lançando como diretor de cinema, com Vie Heroique. O filme retratará a vida de outro ícone francês, Serge Gainsbourg, músico, ator, cineasta e pegador nas horas vagas (e nas não vagas também). E entre suas conquistas amorosas estava Brigitte Bardot, no auge da fama e da beleza, com quem fez célebres parcerias musicais. A modelo Laetitia Casta interpretará a musa nas telas. BB deve ganhar sua própria cinebiografia pelas mãos de Kyle Newman (confesso ter zero referência dele). Jaime King, que atuou em The Spirit, será o rosto da atriz.

Laetitia Casta como BB em "Vie Heroique"

Laetitia Casta como BB em Vie Heroique

Mas não é só no cinema que ela está aparecendo. Veja a capa de julho da W Magazine, com Lara Stone, apontada como a nova Brigitte Bardot – título que já haviam dado a Claudia Schiffer no passado. E onde eu já havia visto esse make? Ah, no desfile de inverno 2010 da Chanel! Karl Lagerferl até já tinha colocado um tantinho de BB na coleção de 2007, inspirada em Amy Winehouse (o “negativo” de Bardot, segundo ele).

Lara Stone na W, make da Chanel e BB em 1967

Lara Stone na W, make da Chanel e BB em 1967

Arrisco dizer que Siena Miller e Kate Moss também são um pouquinho BB. Aliás é da musa francesa a voz do comercial do Miss Dior Chérie, dirigido por Sofia Coppola e rodado em Paris.

No Brasil, vimos o desfile de verão da Têca (Fashion Rio). Helô Rocha diz ter se inspirado livremente nas divas francesas Jane Birkin e Brigite Bardot. Na Neon (SPFW), o tema “calçadão urbano” foi mote para silhuetas como essa da foto abaixo.

BB em Búzios e desfile da Têca (Fashion Rio)

BB em Búzios, no verão de 64, e desfile da Têca (Fashion Rio)

Bem no comecinho da carreira, aos 19 anos, e desfile da Neon na SPFW

Bem no comecinho da carreira, aos 19 anos, e desfile da Neon na SPFW

Continua amanhã…

As capas que estão dando o que falar

19 abr

Do site da Vogue:

vogueam

Para a edição especial que homenageia as principais tops do mundo, a editrix Anna Wintour selecionou suas queridinhas para estrelar a capa. As brasileiras Caroline Trentini, Isabeli Fontana e Raquel Zimmermann posam ao lado de Liya Kebede, Natalia Vodianova, Anna Jagodzinska, Lara Stone, Jourdan Dunn e Natasha Poly. Um poder só. A revista ainda esmiuça a vida das meninas; em pauta, namorados, dietas, filhos…

Anna Wintour sempre celebra as principais tops em suas capas. Em maio de 2007, Lily Donaldson, Hilary Rhoda, Doutzen Kroes, Sasha Pivovarova, Caroline Trentini, Raquel Zimmermann, Jessica Stam, Chanel Iman, Coco Rocha e Agyness Deyn formaram o dream tem, sob o título de “The World’s Nex Top Models”. Isabeli Fontana também figurou numa outra capa do gênero, dessa vez em setembro de 2004. Fotografada pelo mesmo Steven Meisel que assina a edição de maio de 2009, Isabeli apareceu na capa da edição “Models Of The Moment” ao lado de Daria Werbowy, Natalia Vodianova, Gisele Bündchen, Karolina Kurkova, Liya Kebede, Hana Soukupova Gemma Ward e Karen Elson.

O que o site não informa é a primeirona capa do gênero: Janeiro de 1990.

voguecoverjan90_xl_320x421

Editada por Elizabeth Tilberis e fotografada por Peter Lindbergh, lá estavam Naomi Campbell, Linda Evangelista, Tatjana Patitz, Christy Turlington and Cindy Crawford. Era o início da era das super models. Depois viriam a fama hollywoodiana, os clipes do George Michael (Too Funky e Freedom 90)  e as frases de efeito (“Não levanto da cama por menos de 10 mil dólares”, atribuída à Linda Evangelista).

E falando em capa de revista, não tinha muita fé no tal photoshop zero da Elle francesa…

elle

… até ver a capa com a Sophie Marceau. É difícil acreditar que a moça aí do meio seja a mesma Elektra King do 007.

She’s the cover in the magazine