Tag Archives: Cotidiano

Do desconhecimento geográfico

4 maio

Essa poderia ter saído do Pérolas das AIs:

Assessora tentando puxar o saco em e-mail:
“Oi querida! Fortaleza deve ser uma cidade linda. Ainda tiro férias aí. Seguem os dados de PERNAMBUCO”

O que me lembra aquele caso anterior:
“Oi, Fulano. Nessas tabelas que você mandou com dados do Nordeste está faltando o Maranhão”
“E o Maranhão fica no Nordeste?”
(Sem graça, vergonhalhêa total) “Sim, fica”
“Bom, SE VOCÊ DIZ”

Não vou nem dizer que tenho medo do QUÊ os cursos de jornalismo estão formando, porque essa geografia se aprende no primeiro grau, né? Ops, agora é ensino fundamental. E acabei de revelar minha geração.

Anúncios

Pelo menos tenho testemunhas

25 abr

Da categoria “por que nunca estou com uma máquina fotográfica no momento certo?”

Por exemplo, segunda-feira, quando estávamos paradas em um engarrafamento na Beira-Mar e o Pica-Pau do trenzinho da alegria surtou, saiu correndo com o Zé Carioca e o Pluto, subiu na laje da casa ao lado do Hong King e dançou o MOONWALK.

Ou hoje, indo para a aula, atrás de um ônibus na Av. 13 de Maio, visualizo o novo busdoor da cidade: “CONFORTO E MODERNIDADE no primeiro CEMITÉRIO vertical de Fortaleza”. A pergunta é: conforto pra quem? Ainda a luz do freio do ônibus acendia bem no portão do cemitério. Bizarro.

Rockin’ your F me pumps

20 abr

Dúvida: precisamos nos “aperuar” para fazer compras sábado à tarde? Após os dias úteis da semana em cima do salto e embaixo de maquiagem, fui ao shopping Aldeota de cabelo molhado, cara limpa, sandália rasteira e vestidinho, bem à vontade. Pois bem, em pelo menos três lojas fui ignorada ou mal atendida, preterida por mulheres de shortinho balonê, escovão e maxi-bolsa. Detalhe: mulheres que na maioria das vezes mexem e remexem a mercadoria, provam mil coisas, deixam tudo espalhado, destratam e NÃO COMPRAM NADA. É masoquismo ou o quê? Meu Deus, “Uma Linda Mulher” é de 1990 e ainda não aprenderam?! Aquela cena é a glória: “Você ganha por comissão, não é? Que pena…”

A propósito, as pessoas com mais grana podem ser as mais simples. Aliás, geralmente são, pois não precisam provar isso pra ninguém.