Tag Archives: Cosac Naify

Lacoste lança coleção em homenagem aos 60 anos de Snoopy

24 ago

Quando tem uma efeméride no mundo pop, certeza que a moda está atenta a ela. Dessa vez são os 60 anos da Peanuts, icônica tirinha criada por Charles M. Schulz, que aqui no Brasil ficou conhecida como Turma do Charlie Brown. Sim, o Snoopy, aquele cachorrinho sui generis que não rende gargalhadas, mas um sorrriso discreto no canto da boca.

A francesa Lacoste está lançando uma coleção cápsula com quatro modelos de pólos, em que Charlie Brown, Snoopy, Linus e Woodstock interagem com o jacaré símbolo da grife. Esta é a primeira vez que a Lacoste se associa a outra marca em suas pólos.

No Brasil, só pra criança... Que puxa!

Infelizmente, na nossa terra brasilis só serão vendidas as versões infantis. Segundo o blog da Lacoste no Brasil, apenas algumas lojas no exterior terão os modelos adultos. A outra opção é a santa internet, através da ZOZO Villa.

As comemorações incluem ainda tênis Converse, tricôs Lucien Pellat Finet, toy arts Be@arbrinks, camisetas Original Fake, bolsas Longchamp e botas Ugg.

Enquanto a gente reza para que a Converse lance seu modelo Peanuts aqui (e para a Ugg não maltratar muito nossos queridos personagens), dá pra ir curtindo o lançamento da Cosac Naify, Snoopy Extraordinário. É uma seleção inédita das melhores páginas dominicais de Schulz das décadas de 1960 e 70, com comentários na quarta capa do quadrinista Chris Ware e do escritor Umberto Eco, que reconhece nos dramas existenciais de Charlie Brown e na visão filosófica de Snoopy “uma pequena comédia humana para todos os gostos.”

Anúncios

My dear books

16 nov

Na fila de espera, aguardando as férias…

paixao_bkparaisocapawoody_gde

A Paixão Pelos Livros (Vários) – Com uma capa dessas não pode ser ruim. A foto é de uma biblioteca bombardeada em Lodres durante a Segunda Guerra. Tombaram o teto, as paredes e tudo o mais; apenas as estantes e seus livros parecem intactos. Os leitores entre os escombros a mantêm viva. Lindo. No conteúdo, contos, crônicas e depoimentos de quem achou no livro seu refúgio.

Este Lado do Paraíso (F. Scott Fitzgerald) – É seu primeiro romance e retrata a década de 20 nos Estados Unidos. Modernidade, prosperidade e as transformações da cultura americana, do ascetismo religioso focado no trabalho ao gozo sem culpa dos bens materiais gerados por esse mesmo trabalho. É o que diz o site da Cosac Naify.

Conversas com Woody Allen (Eric Lax) – Porque eu adoro o Woody Allen e isso basta. Ontem assisti Vicky Cristina Barcelona só para confirmar mais uma vez. Seu biógrafo reúne neste livro 36 anos de conversas com o cineasta. Mais uma bola dentro da Cosac, que me faz sofrer horrores toda vez que me manda suas newsletters com ofertas no meu período mais liso.

Fora os outros que pretendo “afanar” dos amigos. Entre aspas porque devolvo. E porque é essa a sensação que tenho quando consigo pegar um exemplar dos meus amigos mais ciumentos.

Fora os que pretendo adquirir em SP. Ir até lá e não atiçar a alergia nos sebos e não se perder nas Fnacs e Culturas, pas de chance!

Ainda bem que só falta um mês. Já acionei o cronômetro.