A pos(s)e de Michelle

23 jan
Isabel Toledo na posse

Isabel Toledo na posse...

Michelle Obama mostrou mais uma vez que é uma mulher de personalidade. Não deseja comparações com Jackie O. ou Carla Bruni. Seu aguardado vestido fugiu das tradicionais escolhas de primeiras-damas americanas, de azul, vermelho e branco – cores da bandeira dos Estados Unidos. Escolheu um reluzente amarelo, cor de esperança e renovação, emblemática da expectativa em torno do governo de Barack Obama, nesses tempos de tanta incerteza, em que todo o mundo parece tatear no escuro. Ainda não sei dizer se gostei da combinação de luva e sapato verde, mas bato palmas novamente por sair do convencional bege. Mas, admito, deixaria o brocado apenas no vestido ou no casaco, para ficar menos over.

Muitos criticaram a forma, sugerindo que um godê seria a melhor opção para disfarçar os quadris largos. Mas devemos lebrar que era inverno, e a primeira-dama não poderia se arriscar a ser vítima de um vento forte em plena posse do marido. E muito do volume visto nas formas de Michelle vinha provavelmente do colete de segurança usada por baixo da roupa. O vestido reto com casaco longo é um daqueles clássicos há décadas. Esse shape foi a única escolha mais convencional. O restante foi pura inovação: nada de estrelados europeus, como Chanel ou Dior, ou figurões americanos, como Calvin Klein, Ralph Lauren ou Diane Von Fustenberg.

Quem vestiu a primeira dama nesse dia tão importante foi Isabel Toledo. À noite, o vestido branco de um ombro só veio de Jason Wu. Ambos são nomes promissores e conceituados, mas apenas entre aqueles que acompanham a moda além do mainstream, o que mostra bem a cara do casal Obama: estilosos, modernos e bem informados (Michelle é a rainha do high-low, misturando estilistas a lojas mais populares, como J.Crew). Vale lembrar que Isabel desembarcou em Nova York nos anos 80, vindo de Cuba — assim como Narciso Rodriguez que a vestiu na festa da vitória, e Jason Wu é um jovem de apenas 26 anos com origens em Taiwan. Mais uma vez, como já havia dito, Michelle parece querer dizer que a nova América vai ser mais aberta a todos.

Há uma frase muita repetida por aí que alguns atribuem a Chanel, outros a YSL, mas independente da autoria, cai bem à situação: se realmente a melhor roupa de uma mulher são os braços do homem que ela ama, Michelle deve ser a mulher mais bem vestida da política internacional. Afinal, nada melhor do que as declarações do maridão, o sorriso apaixonado e a dança mais “afinada” dos bailes da Casa Branca. Como bem disse Edgard Almeida, “pela primeira vez em muitos anos, parece que finalmente os americanos têm um presidente que faz sexo (com a sua esposa!)”.

... e Jason Wu no baile

... e Jason Wu no baile

Sobre Isabel Toledo, veja o comentário de Lilian Pacce:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: