A praga do telemarketing

8 dez

Sábado sem plantão, 7hs, toca o telefone:
“Senhora Mônica”
“Ahnnnn”
“Senhora Mônica, aqui é Fulana de Tal, da editora Abril, e…”
“Olha, desculpa, mas eu não quero falar agora”
“Mas, senhora Mônica, estamos com uma promoção que…”
“Sério, não dá, nã tem como, não quero ouvir agora”
“Mas, senhora Mônica, a editora Abril está…”
“Olha, são SETE HORAS DA MANHÃ DE SÁBADO”
“Não, a senhora está enganada. Já são oito horas”
“Não! Eu estou em Fortaleza e aqui não tem horário de verão. São sete horas da manhã do único dia que eu tenho pra dormir!”
“Posso ligar novamente mais tarde, senhora Mônica? Que horas?”
“Pode. Qualquer hora. Mas fique sabendo que eu vou passar o RESTO DO DIA mal humorada por ter sido acordada às sete da manhã por você”.

Ela não ligou mais naquele dia, nem no seguinte, nem nunca mais.

E, por favor, não me chame de senhora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: